Ter um seguro de vida é importante para garantir o bem-estar financeiro da família. Afinal, ele oferece uma rede de segurança para os entes queridos em momentos difíceis, proporcionando estabilidade financeira em situações adversas.

Nesse contexto, vale a pena conhecer o seguro de vida resgatável, que é uma modalidade com características específicas que permitem flexibilidade ao segurado. Assim, ele não apenas protege financeiramente os beneficiários, mas também pode oferecer liberdade de escolha ao contratante.

Você quer saber se esse tipo de seguro pode ser interessante para o seu caso? Acompanhe este texto para entender mais sobre ele!

O que é um seguro de vida?

O seguro de vida é um contrato entre um cliente — que se torna um segurado — e uma empresa seguradora. Nele, o contratante paga um prêmio regular em troca de uma indenização financeira para os beneficiários designados, em caso de seu falecimento.

Ainda, o seguro pode pagar uma quantia ao próprio segurado em outras ocorrências cobertas, como invalidez total permanente, doenças graves ou incapacidade temporária. O principal objetivo desse produto é fornecer proteção financeira para os beneficiários.

Desse modo, ele contribui para que essas pessoas tenham recursos disponíveis para cobrir despesas no caso de morte ou incapacidade do segurado em prover renda. No entanto, existe o seguro de vida resgatável, que oferece outros benefícios — como você verá.

Como funciona um seguro de vida resgatável?

Agora que você já sabe o que é um seguro de vida, é o momento de descobrir como funciona esse produto do tipo resgatável. Na prática, ele opera de maneira semelhante ao tradicional, oferecendo proteção financeira para os beneficiários no caso de falecimento ou incapacidade do segurado.

Contudo, sua característica que o difere é a possibilidade de resgatar parte ou todo o valor investido em vida. Para isso, não há necessidade de o segurado estar em uma situação de incapacidade para o trabalho.

Então o seguro de vida resgatável permite que o segurado utilize os recursos acumulados para diversas finalidades, como:

  • cobrir imprevistos e emergências financeiras;
  • pagar despesas médicas;
  • iniciar ou ampliar um negócio;
  • pagar estudos dos filhos;
  • investir;
  • oferecer entrada para a compra de uma casa;
  • entre outras situações.

Vale destacar que, para realizar o resgate, é comum que o segurado precise aguardar um período mínimo de carência. Esse prazo é estabelecido pela seguradora e pode variar, dependendo das políticas específicas de cada empresa.

Quais são os tipos de seguro de vida resgatável?

Outra característica importante de um seguro de vida resgatável é que ele pode ser dividido em dois tipos. Um deles é o com prazo predeterminado, que é definido por um período específico estipulado no contrato entre o segurado e a seguradora.

Esse prazo pode variar entre anos e décadas, ou até chegar a uma idade específica do contratante — isso é decidido em contrato. Durante esse tempo, as coberturas permanecem ativas. Logo, se o segurado falecer nesse período, os beneficiários recebem a indenização prevista.

Porém, se o segurado não utilizar o seguro até o final do prazo, o contrato é encerrado. Já o seguro de vida resgatável vitalício não possui um término predeterminado.

Dessa forma, enquanto o contratante continuar pagando os prêmios acordados, o seguro permanece em vigor. Essa modalidade permite que o segurado resgate parte ou todo o valor investido durante o período de vigência do contrato, se necessário.

Quais são as vantagens desse produto?

Você conheceu os tipos de seguro de vida resgatável, mas quais são os benefícios de adquirir esse produto? O primeiro deles é a flexibilidade, já que ele oferece a liberdade de escolha sobre como utilizar o dinheiro, além da cobertura em caso de morte do segurado.

Essa dinâmica costuma ser interessante, pois as necessidades e prioridades financeiras podem mudar ao longo do tempo. Portanto, o dinheiro não fica preso, com possibilidade de ser usado em momentos de dificuldade financeira ou oportunidades, por exemplo.

Ainda, o seguro de vida resgatável costuma ter prêmios mensais fixos, não alterando conforme a idade do segurado. Isso proporciona previsibilidade financeira para o contratante, que não precisa se preocupar com aumentos inesperados nos custos do seguro com o passar dos anos.

Além das vantagens específicas do seguro de vida resgatável, existem benefícios relacionados aos seguros em geral que podem ser aplicáveis a essa modalidade. Um deles é a isenção de Imposto de Renda sobre o valor resgatado.

Dessa maneira, o segurado pode retirar o dinheiro investido sem pagar impostos sobre ele, exceto em relação a eventuais rendimentos obtidos. Essa isenção pode representar economia, aumentando o valor líquido disponível para resgate.

Outra vantagem importante é que o seguro de vida não é considerado herança, e não entra no inventário em caso de morte do titular. Assim, a família pode acessar os recursos do seguro com maior rapidez, sem passar por procedimentos onerosos e burocráticos, como disputas judiciais.

Como saber se vale a pena um seguro de vida resgatável?

Conhecendo as vantagens de um seguro de vida resgatável, você pode ter dúvida se vale a pena contratar esse produto. Na prática, essa é uma questão individual, pois cada pessoa tem suas próprias necessidades, objetivos e circunstâncias financeiras.

O seguro de vida resgatável pode ser uma opção adequada para aqueles que desejam combinar proteção financeira com a possibilidade de resgatar parte do valor pago ao longo do tempo. No entanto, ele nem sempre é a melhor alternativa para todas as pessoas.

Afinal, se o resgate for realizado de forma antecipada e total, o contrato é encerrado — então o segurado e seus beneficiários não estarão mais protegidos. No caso de resgate parcial, a cobertura se mantém válida, mas o valor da indenização costuma ser reduzido.

Por isso, é importante conhecer todas as modalidades de seguro antes da contratação. Para tanto, você pode contar com apoio profissional, como da CXBR Capital, para ajudar nessa escolha.

Você entendeu mais sobre o seguro de vida resgatável e seus benefícios. Agora, vale a pena analisar os produtos existentes para tomar uma decisão informada e que atenda às suas necessidades específicas.

Se você quer obter ajuda para contratar o melhor seguro para o seu caso, entre em contato e agende uma reunião!