Para tomar decisões adequadas à sua carteira de investimentos, você precisa estar atento a diversos fatores. Ao compreender as condições e o contexto do mercado financeiro, por exemplo, é possível ter maior embasamento para examinar quais ativos são mais vantajosos para os seus objetivos e quais podem ser evitados.

Saber o que é o Bacen e como funciona sua atuação pode auxiliá-lo na hora de realizar aplicações. Afinal, esse órgão é essencial para a economia brasileira, sendo responsável por guiar os rumos econômicos do país e influenciando diretamente os investimentos.

Continue a leitura deste conteúdo para entender como o Bacen pode influenciar a dinâmica do mercado financeiro e os seus investimentos.

Boa leitura!

O que é Bacen e como ele atua?

O Banco Central do Brasil, também conhecido como Bacen, é um órgão federal que atua como uma autarquia. Logo, ele opera de forma autônoma, não precisando se subordinar ao Governo ou outros órgãos públicos para tomar decisões referentes ao Sistema Financeiro Nacional (SFN).

Essa instituição é comandada por um presidente escolhido pelo Poder Executivo e aprovado pelo Senado Federal. Além disso, ela funciona a partir de comitês e comissões especiais compostas por especialistas no setor econômico.

O Comitê de Política Monetária (Copom), responsável pela definição da Selic, é um exemplo de órgão no âmbito do Bacen.

Entre os principais objetivos do Banco Central do Brasil, estão:

  • garantir o poder de compra da moeda nacional;
  • manter a estabilidade econômica e financeira do país;
  • gerenciar as reservas internacionais;
  • estimular a formação de poupança;
  • promover o aperfeiçoamento do sistema financeiro.

Qual a importância desse órgão no Sistema Financeiro Nacional?

Agora que você sabe o que é o Bacen e compreende como ocorre sua atuação, é indispensável conhecer a importância desse órgão para o SFN. Isso porque o Banco Central é o responsável por praticar uma série de atividades essenciais para a saúde da economia brasileira.

A seguir, confira as principais funções exercidas pelo Bacen para garantir um Sistema Financeiro Nacional sólido e eficiente!

Gerenciar o depósito de operações internacionais

O Banco Central do Brasil é responsável por gerenciar a reserva nacional de moedas estrangeiras disponíveis no país. Dessa forma, o órgão busca proteger a autonomia e capacidade nacional em momentos de especulação cambial no mercado internacional.

Emitir papel-moeda

Como já citado, o Bacen é responsável por manter o equilíbrio econômico do Brasil. Por esse motivo, ele é o único órgão encarregado de emitir o papel-moeda do país, atuando em conjunto com o CMN (Conselho Monetário Nacional) para definir a quantidade de dinheiro que circula na economia brasileira.

A partir dessa medida, é possível que o Banco Central cause impacto em diversos aspectos econômicos, como a inflação. Afinal, o volume de papel-moeda em circulação pode afetar o volume de consumo e os preços das mercadorias, influenciando o índice inflacionário.

Servir como banco para o Governo

Outra função importante praticada pelo Bacen está relacionada à sua atuação como o banco do Governo Federal. Isso porque o órgão é responsável por controlar o orçamento público e gerenciar as contas governamentais.

O Banco Central também fica incumbido de regulamentar a negociação dos títulos públicos no mercado financeiro. Além disso, ele pode comprar e vender títulos do Tesouro Direto, sendo esse um modo de auxiliar o balanço econômico do país e alterar a dinâmica de circulação de moeda.

Supervisionar as instituições financeiras

Faz parte das funções do Banco Central do Brasil fiscalizar as instituições financeiras bancárias e não bancárias dispostas no país. Portanto, para atingir o seu objetivo de manter a estabilidade e desenvolvimento do SFN, o órgão estipula as regras que essas instituições devem seguir para poderem atuar no Brasil.

Como o Bacen se relaciona com os seus investimentos?

Como você viu, o Bacen é uma entidade essencial para a manutenção do Sistema Financeiro Nacional. Do mesmo modo, ele possui relação direta com os investimentos, sejam eles realizados por pessoas físicas ou jurídicas.

Veja quais práticas do Banco Central podem impactar o desempenho das opções de investimento do mercado financeiro!

Definição da taxa de juros

Visando a manutenção do controle inflacionário do Brasil, o Bacen, por meio do Copom, é responsável por definir a Selic — taxa básica de juros da economia brasileira. Essa providência busca guiar a inflação conforme a meta definida pelo CMN (conselho monetário nacional).

Por esse motivo, a cada 45 dias, o Copom realiza reuniões com o intuito de analisar os dados econômicos do país e definir a Selic. Sendo assim, é possível que o comitê aumente, mantenha ou reduza a taxa básica de juros.

Essa decisão poderá ter impacto direto nas escolhas de investimentos, já que diversos ativos do mercado financeiro são influenciados, de forma direta ou indireta, pela flutuação da Selic. Dessa maneira, a situação da taxa de juros do país pode induzir a escolha dos investidores.

Por exemplo, pense em um cenário onde a Selic está em alta. Nesse contexto, tende a ser mais atrativo investir em renda fixa. Isso porque esses títulos costumam possuir suas rentabilidades atreladas a essa taxa.

Em contrapartida, se a Selic estiver em queda, o movimento pode incentivar investidores a migrar para a renda variável. Afinal, os juros baixos costumam se apresentar como um fator de incentivo para o consumo nacional e desenvolvimento produtivo das empresas.

Diante desse cenário, é possível que as organizações obtenham mais lucros e tenham maiores chances de crescer. Consequentemente, as ações negociadas na bolsa de valores têm chances de oferecer maiores rendimentos, gerando maior atratividade para os investidores.

Divulgar informações sobre o mercado financeiro

O Bacen também atua como um divulgador de informações relacionadas ao mercado financeiro. Desse modo, diversos dados e referências coletadas pelo órgão são disponibilizados em relatórios como o Boletim Focus, o qual é publicado todas as segundas-feiras pelo Banco Central.

Por meio das informações divulgadas, é possível traçar projeções e avaliar a situação não apenas do mercado financeiro, mas da economia em sua totalidade. Logo, a leitura desses boletins pode ser uma ferramenta de conhecimento importante para investidores.

Neste artigo, você aprendeu o que é Bacen e viu como ele pode influenciar o Sistema Financeiro Nacional e os seus investimentos. Portanto, para escolher os ativos que comporão seu portfólio, vale a pena conhecer esse órgão e estar sempre atualizado sobre as medidas tomadas por ele.

Gostou deste conteúdo e quer aprender mais sobre os ativos do mercado financeiro? Conheça 4 investimentos com liquidez diária para compor sua carteira!